play1Yoná

YONÁ MAGALHÃES GONÇALVES MENDES DA COSTA nasceu no dia sete de agosto de 1935 e morreu no dia 20 de outubro de 2015 na cidade do Rio de Janeiro. Começou a carreira na rádio e tevê Tupi em 1954. Desempenhava papéis e fazia figuração nas novelas. Mais à frente mudou-se para a cidade de Salvador, onde trabalhou como atriz de teatro e participou de produções da TV Itapoã. Estreou no cinema no filme “Pista de Grama” em 1958. A grande chance na tela grande aconteceu em 1964 nas mãos do cineasta Glauber Rocha. Fez o principal papel feminino no drama criminal “Deus e o Diabo Na Terra do Sol”. Na televisão, consolidou a posição entre 1966 e 1967 ao participar de 155 capítulos da novela “O Sheik de Agadir”.

A partir daí passou a ser uma atriz de referência na TV Globo. A década de 1970 começou muito bem para ela. Esteve em 315 capítulos da novela “Simplesmente Maria” entre 1970 e 1971. Até o final da década foram mais treze trabalhos para a televisão e o cinema, com destaque para as novelas “O Semideus” (222 capítulos entre 1973 e 1974) e “Espelho Mágico” (151 capítulos em 1977). Na década de 1980 continuou trabalhando muito. Esteve em onze produções para a tevê, com destaque para as novelas “Roque Santeiro” (209 capítulos entre 1985 e 1986) e “O Outro” (172 capítulos em 1987). Na década de 1990 fez sucesso na minissérie “Engraçadinha” (1995). Entre os nove trabalhos feitos na década de 2000, o destaque vai para os 140 capítulos da novela “Paraíso Tropical” (2007). No total foram 62 créditos até 2013.

01play0891 play2

 

Carioquinhas

UP TOGGLE DOWN

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados