Poupança
confrinho rosa2

07/09/2021 — Após quatro meses seguidos de captações líquidas na poupança, os saques superaram os depósitos em R$ 5,5 milhões em agosto, informou o Banco Central. No mês oito, os aportes na aplicação somaram R$ 295,9 bilhões, enquanto os saques totalizaram R$ 301,4 bilhões. Considerando o rendimento de R$ 2,719 bilhões da caderneta no mês em referência, o saldo total das contas chegou a R$ 1,036 trilhão. Agosto foi o quarto mês de 2021 em que os saques superaram os depósitos na poupança. Nos meses de janeiro, fevereiro e março, os brasileiros também haviam retirado recursos da caderneta. No acumulado de janeiro a agosto, os poupadores retiraram R$ 15,6 bilhões líquidos. Em 2020, em meio à pandemia do novo coronavírus, a poupança registrou dez meses consecutivos de depósitos líquidos (de março a dezembro).

Poupança
resultados x 1 milhão
Mês Depósitos Retiradas Saldo
01 244.908 263.062 -18.154
02 239.000 245.000 - 6.000
03 317.651 321.175 -3.524
04 267.100 263.200 3.900
05 281.236 281.163 73
06 296.384 289.295 7.089
07     298.273     291.895     6.378
08     295.900     301.400     -5.500
                   

CADERNETAS DE POUPANÇA — Foram concebidas pelo imperador Dom Pedro II em 1861 com o decreto que instituiu e regulou a Caixa Econômica Federal. Tinha na época o objetivo único de remunerar depósitos com juros de 6% ao ano com a garantia do governo imperial. Essa modalidade de investimento era destinada às pessoas de baixa renda e permitia depósitos de até 50 mil réis. Em 1874, o rendimento da caderneta de poupança foi alterado através de um novo decreto. Pela nova norma, ficou estabelecido que as taxas de juros remuneratórios nunca seriam superiores a 6% ao ano e que seus valores seriam fixados anualmente pelo governo imperial.

Em 2012, a legislação brasileira determinou que os depósitos na caderneta de poupança realizados até 3 de maio daquele ano continuassem recebendo remuneração adicional de 0,5% ao mês (além da remuneração básica). Os depósitos realizados a partir de 4 de maio de 2012 (a então nova poupança), passaram a receber remuneração adicional variável de acordo com a meta estabelecida pelo Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, mais conhecido como Taxa Selic. Com essas alterações, a rentabilidade adicional da caderneta de poupança passou a ficar sujeita às variações da referida taxa, mas mantendo-se limitada a 0,5% ao mês durante períodos de altas taxas de juros. Por isso, segundo os economistas, quanto menor for a Selic melhor será o investimento na caderneta de poupança.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados