calcados2Varejo

07/10/2021 — Em agosto de 2021, o comércio varejista recuou -3,1% em relação a julho, na série com ajuste sazonal. A média móvel trimestral teve variação de -0,5%. Na série sem ajuste sazonal, o comércio varejista teve queda de -4,1%, primeira variação negativa após cinco meses de alta. O acumulado no ano ficou em 5,1%, enquanto o acumulado em doze meses marcou 5,0%. Em agosto, houve variação negativa em seis das oito atividades pesquisadas pelo IBGE. O maior destaque negativo ficou com a atividade “artigos de uso pessoal e doméstico”, com queda de -16%, seguida da atividade “material de escritório, informática e comunicação”, cujas vendas caíram -4,7%. Do lado positivo, menção honrosa para a atividade “tecidos, vestuário e calçados”, com alta de 1,1%.

Vendas
no varejo 2021

Janeiro | Fevereiro | Março
-0,2% | +0,5% | -0,6%
         
Abril  | Maio | Junho
+1,8% | +1,4% | -1,7%
         
Julho | Agosto    
+1,2% | -3,1%    
         

Emprego

30/09/2021 — Em agosto, o setor do comércio abriu 77.769 novos postos de trabalho com carteira assinada em todo o país. De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho, registraram-se no oitavo mês do ano 415.583 admissões contra 337.814 demissões. Em relação a julho, quando o saldo ficou em 72.272 novas vagas, houve crescimento de 7,60%. Em relação a agosto do ano passado, quando o setor sofria com mais intensidade as restrições da pandemia do coronavírus, houve crescimento de 58,1% na criação de vagas. No acumulado de 2021, o emprego formal no comércio registra 383.095 novas vagas, saldo decorrente do confronto das 2.947.319 admissões com as 2.564.224 demissões registradas no período de oito meses. Segundo o CAGED, o comércio fechou agosto com 9.781.905 registros.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados