Bebidas

bebidas2

06/10/2021 — Em agosto de 2021, a produção industrial nacional caiu -0,7% frente a julho na série com ajuste sazonal. Esse é terceiro resultado negativo consecutivo. O setor acumulou nesse período perdas de -2,3%. Já em relação a agosto de 2020, também houve queda de -0,7%, interrompendo onze meses de taxas positivas consecutivas nessa comparação. No ano, a indústria acumula alta de 9,2% e em doze meses de 7,2%. O setor intensificou o crescimento de julho (7,0%) e manteve a trajetória ascendente desde agosto de 2020 (-5,7%). O desempenho negativo de agosto alcançou 15 dos 26 ramos industriais pesquisados pelo IBGE. A influência mais negativa veio da indústria química com -6,4%. Do lado positivo, o destaque vai para a indústria de bebidas com +7,6%.

carteira de trabalho1Emprego
30/09/2021 — Em agosto, a indústria criou 72.694 novos postos de trabalho com carteira assinada. Esse é o saldo decorrente do confronto entre as 309.853 contratações e as 237.159 demissões registradas no mês pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho. Em relação a julho houve uma melhoria de 23,5% no desempenho. No mês sete, o saldo do CAGED carimbou 58.845 novas vagas formais. Em 2021, entre janeiro e agosto, a indústria criou 469.801 novas vagas, demonstrando contínua recuperação em relação ao mesmo período de 2020, quando as restrições da pandemia do coronavírus impactaram muito a evolução do emprego no setor. A indústria virou agosto com 8.032.004 carteiras assinadas.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados