logo1IGP-M

01/05/2021 — O Índice Geral de PreçosMercado desacelerou a alta para 1,51% em abril, ante avanço de 2,94% em março, informou a Fundação Getulio Vargas. Com este resultado, o índice passou a acumular alta de 9,89% no ano e de 32% em doze meses. Em abril de 2020, o índice havia subido 0,80% e acumulava alta de 6,68% em doze meses. O IGP-M é conhecido como “inflação do aluguel”, por servir de parâmetro para o reajuste da maioria dos contratos de locação. O índice sofre  uma influência considerável das oscilações do dólar, além das cotações internacionais de produtos primários e de matérias-primas. Por causa da alta evolução do IGP-M, tramita na Câmara dos Deputados um projeto para fixar o IPCA, o índice da inflação oficial medida pelo IBGE, como indexador para os contratos de aluguel.

Cálculo do
aluguel para maio
Valor atual x 1.3202 = novo valor
Exemplo: 1.000 x 1.3202 = 1.320,20

IGP-M 2021
mês a mês

Janeiro  2,58%
Fevereiro  2,53%
Março  2,94%
Abril  1,51%

Em tempo: Por causa dos problemas econômicos decorrentes da pandemia da Covid-19, o princípio de reajuste do aluguel pelo IGP-M não está sendo levado muito em consideração. Matéria do programa “Jornal da Band” da TV Bandeirantes dá conta de que está havendo muita negociação entre proprietários, imobiliárias e inquilinos. Na prática, os reajustes estão sendo procedidos bem abaixo do índice da Fundação Getúlio Vargas. Algumas empresas administradoras de contratos estão usando, inclusive, o IPCA, o índice oficial da inflação medido pelo IBGE.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados