Desemprego

04/10/2021 — A taxa de desemprego no Brasil caiu 1% no trimestre encerrado em julho na comparação com o trimestre encerrado em abril. Na Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios promovida pelo IBGE, a taxa regrediu de 14,7% para 13,7%. Mas em termos absolutos, o número de desempregados (14,1 milhões) ainda preocupa muito as autoridades federais. A PNAD Contínua aponta ainda que o número de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado (inclusive trabalhadores domésticos) registrou 30,6 milhões, subindo 3,5% (um milhão) frente ao trimestre anterior e 4,2% (1,2 milhão) frente o mesmo trimestre de 2020. O número de empregados sem carteira assinada no setor privado (10,3 milhões) subiu 6,0% (587 mil) no trimestre e 19,0% (1,6 milhão) no ano. O salário médio do trabalhador brasileiro está em R$ 2.508,00, queda de 2,9%.

Riquezas (?)

pib figura2

02/09/2021 — O Produto Interno Bruto do Brasil apresentou estabilidade (-0,1%) no segundo trimestre de 2021 quando comparado ao primeiro trimestre na série com ajuste sazonal. Frente ao mesmo trimestre de 2020, o PIB cresceu 12,4%. No primeiro semestre, o indicador das riquezas brasileiras acumula alta de 6,4%. No acumulado nos quatro trimestres, terminados em junho de 2021, cresceu 1,8%. Entre os setores, a maior queda foi verificada agropecuária (-2,8%), seguida pela indústria (-0,2%). O setor de serviços cresceu 0,7%. Entre as atividades industriais, o desempenho foi puxado pelas quedas de -2,2% nas indústrias de transformação. Nos serviços, o maior crescimento verificou-se na atividade de “informação e comunicação” na base de 5,6%. A taxa de investimento no segundo trimestre de 2021 marcou 18,2% do PIB. No mesmo período de 2020 carimbou 15,1%.

censo1Censo
28/08/2021 — O IBGE divulga as estimativas das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros. No geral, a população do Brasil chegou a 213,3 milhões de habitantes no dia 1.º de julho de 2021. O município de São Paulo continua sendo o mais populoso, com 12,4 milhões de habitantes, seguido do Rio de Janeiro (6,8 milhões), de Brasília (3,1 milhões) e Salvador (2,9 milhões). O país tem 17 municípios com população superior a um milhão de habitantes. Com apenas 771 viventes, Serra da Saudade nas Minas Gerais é a cidade brasileira com menor população. A estimativa populacional oficial do IBGE é um dos critérios balizadores das transferências de recursos constitucionais obrigatórias do Governo Federal para os municípios em 2022.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados