Produção Industrial

06/02/2019 — Em dezembro de 2018, a produção industrial nacional subiu 0,2% frente ao mês anterior, eliminando, assim, a variação negativa de 0,1% de novembro. Em relação a dezembro de 2017, a indústria caiu 3,6%, após também registrar queda em novembro de 2018 (-1,0%). Com esses resultados, o setor industrial recuou 1,1% no fechamento do quarto trimestre de 2018, mas mostrou variação positiva de 0,1% no acumulado do segundo semestre. Entre as atividades, a de veículos automotores, reboques e carrocerias (12,6%) exerceu a maior influência positiva. Outras contribuições positivas relevantes vieram da indústria de produtos químicos e farmacêuticos (6,1%), de papel (4,9%) e máquinas e equipamentos (3,4%). A indústria de couros e calçados regrediu 2,3%. Os dados são do IBGE.

Emprego Formal
02/01/2018 — 
Embora o saldo do emprego formal no Brasil em 2018 tenha sido positivo, a indústria deixou muito a desejar. O setor fechou 2.599 postos de trabalho. Esse saldo negativo é decorrente do confronto das 2.426.698 admissões com as 2.429.297 demissões registradas no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho. Segundo o CAGED, dos doze sub-setores inscritos, se saíram bem no ano passado. O destaque ficou com o sub-setor de alimentos e bebidas, que criou 11.387 novas vagas. Nos cinco sub-setores negativos, o maior impacto veio do sub-setor da indústria têxtil e do vestuário, com o fechamento de 27.609 vagas. O sub-setor de calçados também fechou 2018 no negativo. As indústrias calçadistas contrataram 114.487 trabalhadores e demitiram 120.054, gerando o saldo negativo de -5.567.

alimentos industrializadosSub-Setores 2018
Alimentos e Bebidas  + 11.387
Metalurgia  + 7.227
Químico e Farmacêutico  + 7.166

Mecânica  + 6.604
Material de Transporte  + 6.367
Madeira e Mobiliário  + 1.141
Borracha, Fumo, Couros e Peles  + 729
Material Elétrico e Comunicação  - 2.006
Minerais Não Metálicos  - 2.017

Calçados  - 5.567

Papel, Papelão e Gráfica  - 6.281
Tecidos e Vestuário  - 27.609


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados