logo1IGP-M

30/12/2020 — O Índice Geral de Preços — Mercado apresentou crescimento de 0,96% em dezembro em relação a novembro. Fechou o ano com uma alta acumulada de 23,1% nos últimos doze meses, a maior variação anual desde 2002, quando o índice subiu 25,3%. O IGP-M é usado para os reajustes de diversos tipos de contrato, especialmente os de aluguel. A pesquisa é da Fundação Getúlio Vargas. Em dezembro do ano passado, o índice marcou alta de 2,09% e apresentou crescimento de 7,30% nos doze meses anteriores. Em novembro deste ano, a alta mensal registrou 3,28%.

Segundo a FGV, a desaceleração em dezembro em relação a novembro foi puxada pela queda no valor de commodities do setor agropecuário. O IGP-M é formado pelo desempenho do Índice de Preços ao Consumidor Amplo, do Índice de Preços ao Consumidor e do Índice Nacional da Construção Civil. O IPA, que mede a evolução dos preços no atacado, passou de 4,26% em novembro para 0,9% em dezembro. No ano, o crescimento marcou 31,6%, a maior alta desde 2002. O IPC, que mede a evolução dos preços no varejo, acelerou de 0,72% no mês anterior para 1,21% este mês. No ano, o acumulado é de 4,81%. O INCC teve alta de 0,88% em dezembro na comparação com novembro. No ano, a exemplo do IPC, cresceu 4,81%. No Índice de Preços ao Consumidor, o destaque das altas de preços ficou com o grupo “alimentação” com inflação de 12,7% entre janeiro e dezembro.

Cálculo do
aluguel para novembro
Valor atual x 1.2314 = novo valor
Exemplo: 1.000 x 1.2314 = 1.241,40

IGP-M
mês a mês

+ 0,48  JANEIRO
- 0,44   FEVEREIRO
+ 1,24  MARÇO
+ 0,80  ABRIL
+ 0,28  MAIO
+ 1,56  JUNHO
+ 2,23  JULHO
+ 2,74  AGOSTO
+ 4,34  SETEMBRO
+ 3,23  OUTUBRO
+ 3,28  NOVEMBRO
+ 0,96  DEZEMBRO


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados