20161127 abu-dhabi1Mundial De 2016

27/11/2016 — Nico Rosberg, 31 anos, sagrou-se campeão mundial de Fórmula 1 ao terminar em segundo lugar a corrida de Abu Dhabi, cidade dos Emirados Árabes Unidos. O vencedor da prova foi o seu companheiro de equipe Lewis Hamilton. O piloto alemão só precisava de um lugar do pódio para vencer o Mundial de Pilotos. Com os 18 pontos conquistados, somou 385, cinco a mais que o seu oponente inglês, o segundo classificado. Este é o primeiro título do alemão. Ele iniciou a carreira em 2006. Em 2014 e 2015, classificou-se no segundo lugar. Em ambos os anos, perdeu para o Lewis Hamilton. ATUALIZAÇÃO:  No dia 02/12/2016, o piloto anunciou a sua retirada da Fórmula 1. Disse que, a partir de agora, vai se dedicar à família.

20161127 abu-dhabiEsta é a segunda vez na história da Fórmula 1 que um piloto consegue sagrar-se campeão do mundo tal como o pai. Keke Rosberg venceu o título em 1982 e o outro caso foi com Damon Hill, que repetiu o feito do pai Graham Hill em 1996. Para ganhar o campeonato, o alemão ganhou nove corridas na temporada, ficou em segundo em cinco e, em duas oportunidades, ficou em terceiro. Com esse desempenho em 2016, o Nico chegou aos 1.594,5 pontos na carreira. São 206 grandes prêmios disputados, 23 vitórias, 57 pódios, 30 poles positions, 20 voltas mais rápidas. Estima-se que tenha um patrimônio líquido consolidado de US$ 20 milhões. Entrou para a galeria dos alemães campeões do mundo, uma história iniciada com o Jochen Rindt em 1970, passando pelo Michael Schumacher (sete vezes) e pelo Sebastian Vettel (quatro vezes).

Desempenho em 2016
DATA PAÍS COLOCAÇÃO PONTOS
20/03 Austrália Primeiro Lugar 25
03/04 Bahrein Primeiro Lugar 25
17/04 China Primeiro Lugar 25
01/05 Rússia Primeiro Lugar 25
15/05 Espanha Não Completou Não Pontuou
29/05 Mônaco Sétimo Lugar 06
12/06 Canadá Quinto Lugar 10
19/06 Azerbaijão Primeiro Lugar 25
03/07 Áustria Quarto Lugar 12
10/07 Grã-Bretanha Terceiro Lugar 15
24/07 Hungria Segundo Lugar 18
31/07 Alemanha Quarto Lugar 12
28/08 Bélgica Primeiro Lugar 25
04/09 Itália Primeiro Lugar 25
18/09 Cingapura Primeiro Lugar 25
02/10 Malásia Terceiro Lugar 15
09/10 Japão Primeiro Lugar 25
23/10 Estados Unidos Segundo Lugar 18
30/10 México Segundo Lugar 18
13/11 Brasil Segundo Lugar 18
27/11 Emirados Árabes Segundo Lugar 18

nico-rosberg monaco13Nico Erik Rosberg nasceu no dia 27 de junho de 1985, na cidade de Wiesbaden, Alemanha. No início de 2003, quando tinha apenas dezessete anos de idade, tornou-se o piloto mais jovem da história a andar num carro de Fórmula 1. Ajudado pelos contatos do pai, o ex-campeão Keke Rosberg, passou sem dificuldades pelas principais categorias de base, conquistando inclusive o título da GP2 em 2005. Sua estreia na Fórmula 1 veio na temporada seguinte, pela Williams. Logo na primeira corrida, terminou em sétimo lugar e ainda marcou a volta mais rápida. A equipe, entretanto, não tinha mais a performance de antes e ele sofreu bastante no seu ano de estreia. Marcou somente quatro pontos, envolveu-se em vários acidentes e perdeu boa parte de sua reputação.

Iniciou a temporada de 2007 em baixa, mas se recuperou com louvor, fechando o ano como um dos principais destaques. Segundo o chefe Frank Williams, ele tinha a “maior curva de evolução” de todos os pilotos da Fórmula 1. No Grande Prêmio da Austrália de 2008, conseguiu seu primeiro pódio na categoria, com um terceiro lugar. O segundo pódio veio no Grande Prêmio de Singapura de 2008, primeira corrida realizada à noite, ficando em segundo lugar, atrás do piloto espanhol Fernando Alonso. Em 23 de novembro de 2009 a equipe Mercedes anunciou a sua contratação para a temporada de 2010. Com um desempenho regular, ele conseguiu pontuar em quinze das dezenove corridas disputadas, conquistando três pódios e terminando a temporada em sétimo lugar no campeonato de pilotos.

No dia 14 de abril de 2012, durante os treinos classificatórios para o Grande Prêmio da China, conquistou a primeira pole position da carreira. Com uma boa largada e um rendimento constante, conseguiu se manter em primeiro durante quase toda a prova, alcançando sua primeira vitória na categoria. Na etapa seguinte, durante os treinos livres do Grande Prêmio do Bahrain, chegou a marcar o melhor tempo durante a terceira sessão. O mesmo desempenho, no entanto, não foi alcançado no treino classificatório: ficou com o quinto lugar no grid de largada. Perdeu muitas posições na largada, mas conseguiu se recuperar durante a corrida, alcançando a linha de chegada na mesma posição em quinto lugar. No total, até 27/11/2016, são 206 grandes prêmios, 23 vitórias, 57 pódios, 30 poles positions e 1.594,5 pontos.

20160921Vitórias na F-1
2012 — China
2013 — Mônaco
2013 — Inglaterra
2014 — Austrália
2014 — Mônaco
2014 — Áustria
2014 — Alemanha
2014 — Brasil
2015 — Espanha
2015 — Mônaco
2015 — Áustria
2015 — México
2015 — Brasil
2015 — Abu Dhabi
2016 — Austrália
2016 — Bahrein
2016 — China
2016 — Rússia
2016 — Azerbaijão
2016 — Bélgica
2016 — Itália
2016 — Cingapura
2016 — Japão

Posição nas temporadas
2006 — 04 pontos — 17.º lugar
2007 — 20 pontos — nono lugar
2008 — 17 pontos — 13.º lugar
2009 — 34,5 pontos — sétimo lugar
2010 — 142 pontos — sétimo lugar
2011 — 56 pontos — sétimo lugar
2012 — 93 pontos — nono lugar
2013 — 47 pontos — sexto lugar
2014 — 317 pontos — segundo lugar

2015 — 322 pontos — segundo lugar
2016 — 385 pontos — primeiro lugar


 

 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados