20180920 ft1 paginaRaikkonen Vs. Ferrari

14/09/2018 — O piloto Kimi Raikkonen não integrará a equipe da Ferrari na temporada de 2019 da Fórmula 1. Na mesma nota em que fez o anúncio, a escuderia italiana afirmou que resolveu dar uma chance ao novato Charles Leclerc, de vinte anos, nascido no Principado de Mônaco. Quanto ao finlandês, essa foi a segunda passagem pela Ferrari. Ele chegou à equipe em 2007, tornando-se, logo, campeão mundial, conseguindo seis vitórias e 110 pontos no ano. Em 2010, foi para a Lotus, voltando para a Ferrari em 2014. Em 2017, ficou com o quarto lugar na classificação geral. Em 2018, ocupa a terceira colocação, com 174 pontos. Os melhores resultados do ano foram os segundos lugares no Azerbaijão, na Áustria e na Itália. Assinou com a Sauber para a temporada de 2019.

20180920 ft2 paginaKimi Raikkonen
KIMI MATIAS RAIKKONEN nasceu no dia 17 de outubro de 1979, na cidade de Espoo, Finlândia. Começou a disputar corridas no kart, com apenas dez anos de idade. Entrou na Fórmula 1 em 2001 como piloto da escuderia Sauber. No ano seguinte, foi contratado pela McLaren, onde se tornou vice-campeão nas temporadas de 2003 e 2005, atrás do alemão Michael Schumacher e do espanhol Fernando Alonso, respectivamente. Em 2007, na Ferrari, ganhou o único campeonato mundial, fazendo, na temporada, 110 pontos. Ganhou seis corridas: na Austrália, na França, na Inglaterra, na Bélgica, na China e no Brasil. No total, na carreira, até 16/09/2018 (Grande Prêmio de Cingapura), são 285 grandes prêmios, com 18 poles positions, 20 vitórias, 100 pódios e 1.729 pontos.

Vitórias na Fórmula 1
2003  MALÁSIA
2004  BÉLGICA
2005  ESPANHA | MÔNACO | CANADÁ | HUNGRIA | TURQUIA | BÉLGICA | JAPÃO
2007  AUSTRÁLIA | FRANÇA | INGLATERRA | BÉLGICA | CHINA | BRASIL
2008  MALÁSIA | ESPANHA
2009  BÉLGICA
2012  EMIRADOS ÁRABES
2013  AUSTRÁLIA


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados