20170213 grammy1Adele & Grammy

13/02/2017 — A Adele Adkins foi a principal vencedora do Grammy 2017. A cantora inglesa venceu em cinco categorias: “melhor música” “melhor gravação”, com “Hello”, “álbum do ano”, com “25”, “melhor performance solo de pop”, com “Hello”, e “melhor álbum pop vocal”, com “25”. A história da cantora no Grammy começou logo na estreia em disco, com o “19”, lançado em 2008. Em 2009, por ele, ganhou os prêmios de “revelação do ano” e de “melhor performance vocal”. Em 2011, com o álbum “21”, veio o seu recorde de prêmios: “album do ano”, “canção do ano”, “melhor performance vocal”, “melhor videoclipe”, “melhor álbum pop” e “gravação do ano”. Em 2013, ganhou o prêmio de “melhor performance vocal”. Em 2014, ganhou o prêmio de “melhor música para mídia visual”, com “Skyfall”, da trilha sonora do filme homônimo.

Disco De Diamante
28/09/2016 — A Adele Adkins superou a sua última marca de vendas com o disco “25”. Em menos de um ano, o álbum conquistou o título de disco de diamante nos Estados Unidos, onde vendeu até o momento 10 milhões de cópias. O trabalho anterior da cantora britânica, “21”, lançado em janeiro de 2011, levou quase dois anos para bater a mesma meta. O disco anterior foi condecorado como diamante em novembro de 2012, enquanto o “25”, que chegou às lojas em novembro do ano passado, ainda não completou um ano de “carreira”. As boas vendas continuam potencializadas pela turnê da cantora britânica pelos Estado Unidos. Aliás, ela recebeu o disco de diamante após seu sexto show no Madison Square Garden, em Nova York. Depois da turnê, Adele vai “dar um tempo” para cuidar da família.

20161001Sony Music
23/05/2016 — A cantora Adele Adkins vai engordar a sua conta bancária em noventa milhões de libras (quase R$ 500 milhões). Ela fechou um contrato com a gravadora Sony para o lançamento dos seus trabalhos em todos os mercados do mundo, especialmente no Reino Unido e nos Estados Unidos. Segundo o jornal inglês The Sun, este é o contrato musical de valor mais alto da história. Desde os 19 anos no selo independente XL, a cantora optou pela mudança no fim do contrato, acontecido este ano. Segundo os números da indústria fonográfica, a britânica já vendeu mais de trinta milhões de discos, num faturamento aproximado de quase US$ 500 milhões. Seu último trabalho — “25” — foi um sucesso estrondoso de vendas.

A Artista Do Ano
08/02/2016 — A cantora britânica Adele Adkins foi nomeada a “Artista do Ano 2015” pela Federação Internacional da Indústria Fonográfica, cuja sede é em Londres. O reconhecimento leva em conta os trabalhos vendidos em todos os formatos, desde o comércio físico ao online. O sucesso de cantora foi impulsionado pelo lançamento, em outubro, do disco simples “Hello”, faixa do álbum “25”. Esse álbum se tornou rapidamente o número 1 em mais de trinta países, entre eles os Estados Unidos, a Alemanha, a França, a Itália, a Austrália e o Reino Unido. Desde que foi lançado, em novembro de 2015, o trabalho vendeu mais de quinze milhões de unidades em todo o mundo. Adele ficou famosa em 2008, com o seu álbum de estreia, “19”. Vendeu vinte e cinco milhões de cópias ao redor do mundo.

adele-atkins in1ADELE BLUE ADKINS nasceu no dia 5 de maio de 1988, na cidade de Enfield, Inglaterra. Filha única de Penny Adkins, que foi abandonada pelo marido quando a filha nasceu. Assim, jamais teve relacionamento com o pai, Mark Evans. Começou a cantar aos quatro anos. Aos nove, a família se mudou para Brighton e, aos 11, para Brixton, cidadezinhas localizadas perto de Londres. A partir daí, começou a se interessar por Rhytms & Blues, passando a ouvir, entre outas, Aaliyah, Destiny´s Child e Mary J. Blige. Em 2006, atraiu a atenção da XL Recordings com três músicas postadas junto com o seu perfil no sítio MySpace na internet,  acabando por assinar contrato com a gravadora.

Seu álbum de estreia, lançado em 2008 e intitulado 19, foi bastante aplaudido pela crítica. Recebeu três certiticações de platina no Reino Unido, tornando-se o 16.º mais vendido no país. Até agora, estima-se que o disco tenha vendido quase 3,5 milhões de cópias ao redor do mundo. Mas o sucesso mundial só começou mesmo em 2011, com o lançamento do segundo álbum, intitulado 21, nos Estados Unidos. Sucesso de crítica e de público, o álbum vendeu mais de 200 mil cópias em apenas uma semana no Reino Unido e mais de 350 mil cópias nos Estados Unidos, onde alcançou a primeira posição entre os 200 mais vendidos da lista da revista Billboard. Depois de uma aclamada performance ao vivo no Brit Awards (o mais importante prêmio da indústria fonográfica britânica), a canção Someone Like You chegou ao primeiro lugar nas paradas.

A Official Charts Company, que controla as estatísticas de vendas de discos no Reino Unido, relatou em 2011 que a cantora é a primeira artista a colocar, ainda viva, uma canção e um álbum no topo das paradas e das vendas num mesmo ano. Isso havia ocorrido apenas com os Beatles em 1964. Em outubro daquele ano, passou por uma pequena ciruigia mas cordas vocais, retornando aos discos e aos palcos em 2012. Já como a número 1 da música pop, teve uma biografia escrita pelo jornalista Chas Newkey-Burdem, especializado em celebridades. O livro foi lançado no Brasil, com tradução de Carolina Caires Coelho, pela Editora Leya, ao preço de R$ 30,00. Em 2012, foi a grande vencedora dos prêmios Billboard da música nos Estados Unidos. Ganhou doze troféus, incluído o de melhor artista do ano. Também foi a grande vencedora do Grammy, com quatro prêmios.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados