Luciana Vendramini
20161201luciana vendramini ft3

27/11/2016 — Símbolo sexual dos anos de 1980, a Luciana Vendramini reencontrou a sensualidade no palco do Festival Satyrianas, em São Paulo, no qual se apresentou como boneca inflável. A atriz, recém-saída de uma participação na novela “Escrava Mãe”, da TV Record, é protagonista do monólogo “Minha Vida de Plástico”, com o qual pretende rodar o Brasil em 2017. A peça trata de uma boneca que não suporta mais ser tratada como objeto de desejo. À revista Veja, a ex-modelo declarou que nunca sentiu incomodada nos tempos em que era qualificada como “lolita” e “ninfeta”: “foram tempos poéticos”. Entre 1985 a 2005, a Luciana foi uma das mulheres mais fotografadas do país. Entre os ensaios sensuais que fez estão os da revista Playboy de dezembro de 1987 e de dezembro de 2003, com direito à capa.


LUCIANA REGINA VENDRAMINI nasceu no dia 10 de dezembro de 1970, na cidade de Jaú, São Paulo. Começou a carreira em 1986 quando disputou uma vaga de “paquita” no programa “Xou da Xuxa”. Embora não tenha conseguido se classificar, chamou a atenção dos produtores da TV Globo. Em 1987, foi convidada para estrelar o quadro “Garota do Fantástico”. Essa exposição lhe possibilitou vários contratos publicitários e a capa da revista Playboy na edição de dezembro de 1987. Em 1989, estreou no cinema. No filme “Trancado (Por Dentro)”, faz uma espécie de baby siter para idosos. Durante uma noite, entrega-se a tórridos jogos de amor com seu namorado (Marcos Palmeira), levando o velhinho (Paulo Gracindo) à loucura. Voltou à capa da Playboy em dezembro de 2003. Até 2017, são 12 produções televisivas, dez filmes e várias peças teatrais no currículo.

Playboy — Dezembro De 2003

20161201aPrincipais Trabalhos
1986 — Xou da Xuxa (variedades, Globo)
1986 — Trancado Por Dentro (filme)
1987 — Manequim (videoclipe, Dominó)
1988 — O Casamento dos Trapalhões (filme)
1989 — Solidão, Uma História de Amor (filme)
1991 — Vamp (novela, Globo)
1995 — Casa do Terror (minissérie, Globo)
1995 — Você Decide (série, Globo)
1996 — Malhação (novela, Globo)
1996 — O Rei do Gado (novela, Globo)
1998 — Sai de Baixo (humorístico, Globo)
2004 — Da Cor do Pecado (novela, Globo)
2008 — Sai de Baixo (humorístico, Globo)
2010 — Uma Rosa Com Amor (novela, SBT)
2011 — Andaluz (filme para a tevê)
2011 — Amor e Revolução (novela, SBT)
2016 — Escrava Mãe (novela, Record)
2017 — Ruanita (curta-metragem)


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados