20191128 ft1Frederico

FRIEDRICH ENGELS nasceu no dia 28 de novembro de 1820, na cidade de Bremen, Estado da Renânia do Norte, Alemanha. Morreu no dia cinco de agosto de 1895, na cidade de Londres, Inglaterra. Filósofo e economista, foi um dos fundadores do socialismo científico.

Filho de um industrial luterano, afastou-se, contudo, da religião. Preparando-se para a carreira comercial, estudou na Universidade de Berlim, onde começou a escrever sobre questões de literatura e filosofia. Na universidade, participou do movimento político Jovem Alemanha. Durante o serviço militar, manteve contato com grupos de esquerda. Depois, passou uns tempos na Inglaterra, onde a empresa do pai tinha uma filial.

Notando as condições de vida dos trabalhadores, interessou-se ainda mais pelas questões sociais. Na sequência, travou conhecimento com o Karl Marx, mostrando-lhe um trabalho sobre a economia capitalista, ensaio intitulado “A Situação das Classes Trabalhadoras Na Inglaterra”, publicado em 1845. Apareceu, assim, como o fundador da sociologia operária. Redigiu com o Marx o famoso “Manifesto Comunista” (1848). Antes, em 1845, tinha publicado “A Sagrada Família” e “A Ideologia Alemã”, base do materialismo histórico.

Participou ativamente do movimento revolucionário europeu entre 1848 e 1849. Com a derrota do movimento, refugiou-se na InglaterraNesse período, interpretando a revolução alemã no Século 16, escreveu “A Guerra dos Camponeses na Alemanha”, publicado em 1850. Na Inglaterra, continuou dirigindo os tecelões, tomando parte decisiva no começo do movimento socialista. Chegou, em 1870, ao cargo de secretário da Associação Internacional dos Trabalhadores, prestando uma ajuda inestimável ao Karl Marx. Deixou para a posteridade diversas obras, com destaque para a “Do Socialismo Utópico ao Socialismo Científico”, de 1882, a “A Origem da Familia, da Propriedade Privada e do Estado”, de 1884, e a “Ludwig Feuerbach e o Fim da Filosofia Clássica Alemã”, de 1888. Depois da morte do Marx, publicou o segundo e o terceiro volumes do “Capital”.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados