john-keats in1John Keats

JOHN KEATS nasceu no dia 31 de outubro de 1795 na cidade de Londres, Inglaterra. Morreu no dia 23 de fevereiro de 1821 na cidade de Roma. Foi o último dos poetas românticos do seu país, e, aos 25 anos, o mais jovem a morrer. Sua poesia é caracterizada por um imaginário sensual, mais visível na sua série de odes. Atualmente seus poemas e cartas são considerados entre as obras mais populares e analisadas na literatura inglesa.

Filho de um parafreneiro (cuidador de cavalos). Órfão a partir de 1804, muito jovem se entusiasmou pela Grécia Antiga. Trabalhou como aprendiz de cirurgião e, depois de um ano, foi nomeado externo do Guy´s Hospital. Dedicava todo o seu tempo livre à leitura. Seus primeiros versos não mostraram o grande poeta que se tornaria, mas, mesmo contra o conselho dos amigos, publicou seus Poemas em 1817. A seguir, abandonou a carreira médica para se dedicar à Literatura. Começou a escrever, assim, seu longo poema Endymion, publicado em 1818, o qual foi violentamente criticado. Contudo, essas críticas só o estimularam a aperfeiçoar o seu talento.

No ano da publicação desse poema, encontrou Fanny Brawne, a grande paixão de sua vida. Teve que se separar dela em setembro de 1820, devido à tuberculose que contraíra. Foi para a Itália, onde morreu meses depois. Sobre o seu túmulo, no cemitério protestante de Roma, foi esculpida a inscrição que ele mesmo redigira: “Aqui descansa um homem cujo nome está escrito sobre a água”. Em sua honra e memória, Percy Bysse Shelley escreveu o célebre poema Adonais. Poucos poetas escreveram tão importantes obras em tão pouco tempo. Foram publicados em 1820: Lamia, Isabelle, A Vigília de Saint Agnés, Hyperion e cinco Odes.

Os erros e as imperfeições de seus primeiros poemas haviam desaparecido totalmente. Apesar de não ter publicado nada em prosa, cartas que escreveu a seu irmão demonstram uma penetração crítica e filosófica verdadeiramente notável. Foi o último e o maior dos poetas românticos ingleses. Exerceu profunda influência sobre vários outros poetas, entre os quais Alfred Tenyson, Robert Browning, Wilfred Owen, pré-rafaelitas, imaginistas, etc. Em 2009, a diretora britânica Jane Campion filmou a cinebiografia O Brilho de Uma Paixão, na qual focou o romance do poeta com Fanny Brawne. Veja, abaixo, o trailer.

{youtube}LZ2mymWs6j4{/youtube}

Penas da Bretanha

UP TOGGLE DOWN

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados