amis3Martin Amis na trilha de Nabokov

Nasceu no dia 25 de agosto de 1949, na localidade de Oxford, Inglaterra.

Escritor considerado como o “enfant terrible” da cena literária inglesa. Sua obra recebeu grande influência dos escritores Saul Bellow e Vladimir Nabokov. Filho do escritor Kingsley Amis, começou a escrever muito cedo. Seu primeiro romance The Rachel Papers (1973), que recebeu o Prêmio Somerset Maugham 1974, ainda hoje é reeditado. É um autor tão inventivo quanto obcecado pela ideia do amor como contrafação da morte. Outra obsessão de sua prosa é ironizar o “american way of life-and-language”. Por isso é conhecido como o mais americanos dos escritores ingleses. Em 1995 foi o centro de atenções da mídia ao receber um milhão de dólares de adiantamento pelo romance A Informação, uma sátira aos meios literários. Muitos dos seus livros foram traduzidos para o português.

amis2amis1Obras em português
1981 — Os Outros — Uma História de Mistério
1984 — Grana
1989 — Campos de Londres
1991 — A Seta do Tempo
1995 — A Informação
1997 — Trem Noturno
1998 — Água Pesada e Outros Contos
2000 — Experiência
2002 — Koba — O Terrível
2003 — Cão Amarelo
2006 — A Casa dos Encontros
2010 — A Viúva Grávida

GRANA (Editora Rocco — 1991)
Trata-se de um dos livros-chave da década de 1980, segundo o London Book Review. Uma obra tão essencial quanto Lolita de Nabokov, afirmou o Literary Review. Segundo os críticos, o autor retoma a tradição dos tempos dos personagens inesquecíveis (Playboy — janeiro de 1991).


 


© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados