tamandare1Tamandaré
JOAQUIM MARQUES LISBOA
 — MARQUÊS DE TAMANDARÉ
nasceu no dia 13 de dezembro de 1807, na cidade de Rio Grande, Rio Grande do Sul. Morreu no dia 20 de março de 1897, na cidade do Rio de Janeiro.

Ingressou na Marinha do Império, servindo na fragata Niterói. Participou das guerras da independência da Bahia, durante as quais os brasileiros expulsaram os portugueses. Depois, combateu em Pernambuco os insurretos da Confederação do Equador em 1824. Em 1826, no posto de segundo tenente, fez parte de uma expedição à Patagônia, no sul da Argentina. Preso pelos argentinos, conseguiu fugir. Em seguida, foi indicado para integrar uma segunda expedição, ocupando o posto de oficial da corveta Maceió. Na década de 1840, como comandante-chefe das forças navais, teve atuação decisiva na Guerra do Prata.

Mais tarde, participou das lutas contra o Paraguai, comandando, em 1865, a tomada de Paissandu. Destacou-se também na repressão a diversas revoltas internas: Setembrada (Maranhão e Pernambuco), Abrilada (Pernambuco), Cabanada (Pernambuco e Alagoas), Balaiada (Maranhão) e Revolução Praieira (Pernambuco). Tomou parte em várias comissões militares no exterior. Assumindo a patente de almirante em 1867, tornou-se encarregado do quartel general da Marinha. Foi reformado com a proclamação da República em 1889. Passou, então, a ocupar o cargo de ministro do Supremo Tribunal Militar. Recebeu sucessivamente os títulos de barão, visconde, conde e marquês de Tamandaré. É o patrono da Marinha Brasileira.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados