alm-barroso1Almirante Barroso
Francisco Manuel Barroso da Silva nasceu no dia 29 de setembro de 1804, na cidade de Lisboa, Portugal. Morreu no dia 8 de agosto de 1882, na cidade de Montevidéu, Uruguai.

alm-barroso2Chegando ao Brasil muito jovem, formou-se na Academia da Marinha, distinguindo-se nas campanhas navais da Guerra Cisplatina (1826/1828) e da Guerra do Pará (1836). Com a eclosão da Guerra do Paraguai, assumiu, em 1864, o comando da 2.ª Divisão Naval do Rio da Prata. Combates seguidos levaram-no à decisiva Batalha do Riachuelo, influindo na sorte de toda a campanha. Revolucionando a estratégia naval, empregou navios a vapor. Sua atuação foi exaltada por inúmeros jornais de todo o mundo.

O resultado da batalha: derrota completa dos paraguaios, o que implicou na desistência da invasão de Entre Rios e no isolamento de Estigarríbia às margens do Rio Uruguai, prenunciando a vitória definitiva. Poetas e pintores celebraram sua vitória. Em 1866, recebeu o título de Barão do Amazonas e a comenda Imperial Ordem do Cruzeiro. Dois anos depois foi nomeado comandante-chefe da Esquadra Brasileira. Em 1873 foi, finalmente, reformado como almirante. Morreu em 1882. Seus restos mortais foram trasladados de Montevidéu para o Rio de Janeiro. Foi homenageado em várias cidades brasileiras, especialmente na capital carioca, onde existe, no Bairro da Glória, um monumento, em cuja base estão depositados os seus restos mortais.


 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados