banner-topo

Théodore de Banville, um dos últimos poetas românticos da França

banville1Banville, parnaso e romântico

ÉTTIENE CLAUDE JEAN BAPTISTE THÉODORE FAULLAIN DE BANVILLE nasceu no dia 14 de março de 1823, na localidade de Moulins, Bretanha, França. Morreu no dia 13 de março de 1891, na cidade de Paris.

Discípulo de Victor Hugo, publicou em 1842 a sua primeira coletânea de versos intitulada “As Cariátides” (figuras femininas que dão suporte a um monumento), pela qual passou a ser especialmente considerado. Quatro anos depois, publicou um segundo livro de versos: “As Estalactites” (formações rochosas sedimentares que se originam no teto de uma gruta ou caverna), obra que o transformou no líder a escola parnasiana.

Tornou-se amplamente conhecido após a publicação, em 1857, das suas “Odes Funambulescas” (poesias excêntricas, extravagantes). Publicou, em seguida, “Os Exilados”, considerada a sua obra prima. Escreveu, ainda, dezesseis peças para teatro, a mais importante das quais é “Gringoire”, uma comédia em prosa de apenas um ato, publicada em 1866, dedicada a Victor Hugo. Deixou também para a posteridade a obra “Pequeno Tratado de Poesia Francesa”, de 1872. Parnasiano pelo estilo, foi um dos últimos poetas românticos da França.

Outros franceses famosos
charles-gounod in1 edgard-degas in1 emma-watson3 louis-david1 avenarius1 saint-simon2 voltaire in2 charles-coulomb in1


© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados