20200831bContos

31/08/2020 — Está chegando às livrarias a obra “Contos”, do francês Guy de Maupassant. O livro traz como pano de fundo a guerra entre a França e a Prússia (Alemanha) ocorrida entre 1870 e 1871. Esse conflito deixou marcas profundas na história francesa. Derrotado, o país teve o território invadido, seguindo-se as humilhações impostas pelos vencedores. O autor escreveu o livro a partir das observações feitas como voluntário no campo de batalha. Há também no livro contos em que o escritor flerta com o grotesco e com o lado obscuro da mente humana. “Contos” é uma coletânea de histórias, reunidas pela Editora Unesp em 152 páginas. Guy de Maupassant é considerado pela crítica um dos maiores contistas (qualidade e quantidade) da literatura do Século 19, com cerca de 300 no currículo.

20200831aMaupassant
HENRI RENÉ ALBERT GUY DE MAUPASSANT nasceu no dia cinco de agosto de 1850, na cidade de Tourville-sur-Arques, Região da Alta Normandia, França. Morreu no dia seis de julho de 1893, na cidade de Paris. Com a separação dos pais, foi criado pela mãe. Esta lhe deu uma formação humanista, o que o fez despertar para a literatura. Com treze anos, a mãe o colocou num internato, mas ele não se acostumou a viver longe da família. As obrigações eclesiásticas despertou-lhe um grande sentimento anti-religioso. Depois de terminar os estudos secundários, mudou-se para a cidade de Paris. Em 1870, com a eclosão da guerra franco-alemã, teve de interromper os estudos de direito para poder se engajar.

Terminado o conflito, aceitou um emprego no Ministério da Marinha e, depois, no Ministério da Instrução Pública. Os apontamentos da vida burocrática seriam, mais tarde, importantes na confecção dos seus contos e novelas. Quando abandonou a função pública, passou a trabalhar com o escritor Gustave Flaubert, que se transformou num mentor. Começou a sentir os primeiros sintomas de abalos nervosos em 1885. Progressivamente, passou a estruturar uma realidade particular, marcada por alucinações e uma obsessão por doenças e pela morte. Mesmo com esses problemas de saúde, deixou uma importante produção literária. A obra dele inclui novelas, contos e romances. Entre os principais trabalhos do Maupassant estão os livros “Os Contos da Galinhola” (1883), “Clarão da Lua” 1884) e “Os Contos do Dia e da Noite” (1885).


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados