Françoise Sagan

FRANÇOISE QUOIREZ nasceu no dia 21 de junho de 1935, na cidade de Cajarc, Região da Occitânia, França. Morreu no dia 24 de setembro de 2004, na cidade de Honfleur, Normandia, vítima de um coágulo no pulmão. A vida dela foi intensa. Com dez anos, mudou-se com a família para a cidade de Paris, onde realizou os estudos formais. Conheceu o sucesso recém-saída da adolescência, aos dezoito anos. Escreveu nessa época, em apenas sete semanas, o livro “Bom Dia, Tristeza”. A obra vendeu mais de um milhão de exemplares somente nos Estados Unidos. Seguiram-se cerca de cinquenta livros: romances, peças teatrais e autobiografias. Vários dos livros dela foram transpostos para o cinema.

Entre as autobiografias que escreveu, destaca-se a “Minhas Melhores Lembranças”. Originalmente, o livro saiu em 1984. A primeira edição brasileira aconteceu em fevereiro de 1990, uma publicação da Editora Rocco. No texto, a escritora dá todas as dicas úteis de como perder a vergonha e a timidez para sair no encalço de um grande ídolo. Ela diz de forma clara como armou para se tornar amiga do Jean-Paul Sartre. A estratégia para se aproximar do filósofo rendeu quase um terço do livro de memórias. Na obra ainda desfilam outras celebridades como o escritor americano Tennessee Williams, que, segundo ela, preferia rapazes a moças, e o cineasta Orson Welles, que achava todo mundo chato. Além de escritora de sucesso, a Françoise Sagan se destacou no ativismo político de esquerda.

20200810a


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados