banner-topo

Líbero Badaró, o italiano que veio para o Brasil e exerceu grande influência política

libero-badaro1Líbero Badaró, o italiano

Giovanni Battista Libero Badarò nasceu em dia e mês incertos do ano de 1798, na localidade de Laigueglia, Ligúria, Itália. Morreu no dia 21 de novembro de 1830, na cidade de São Paulo.

Estudou medicina nas universidades de Pavia e Turim. Depois de formado, transferiu-se para o Brasil, onde passou a exercer a profissão, além de se dedicar ao jornalismo. Juntamente com José da Costa Carvalho, fundou o jornal Observador Constitucional, publicação de orientação liberal, muito popular na época por sua irreverência nos comentários políticos, que lhe valeram numerosas inimizades.

Exerceu papel de destaque nas agitações que, no Brasil, seguiram-se à Revolução Liberal de 1830 na França. Defendeu, em seu jornal, estudantes presos durante as manifestações, atacando o ouvidor da comarca, Cândido do Jupiaçu. Na noite de 20 de novembro foi atacado por quatro estranhos, que, depois, verificou-se que tinham sido contratados para assassiná-lo. Atingido por uma bala, faleceu na madrugada do dia 21. Antes de morrer, teria dito: “morre um liberal, mas não morre a liberdade”, frase que foi gravada no seu túmulo. Sua morte, glorificada pela imprensa liberal, aumentou a agitação reinante no país, tendo culminado com a abdicação de Dom Pedro I e o consequente fim do Primeiro Reinado.


 


© 2013 Tio Oda - Todos os direitos reservados