alexandre-severo1Alexandre Severo

MARCUS AURELIUS SEVERUS ALEXANDRUS nasceu no dia 1.º de outubro de 209, na região da Cesareia, Palestina. Morreu no dia 18 de março de 235, na região da Germânia Superior.

Foi o último imperador da Dinastia dos Severos. Como resultado das maquinações da avó, Julia Domna, foi adotado em 221, como filho e herdeiro, pelo primo, o imperador Heliogabalus. Como este, também era considerado filho bastardo do imperador Caracalla. Tornou-se imperador com apenas treze anos de idade em 222, após Heliogabalus ser morto por soldados revoltados, que descobriram as intenções do imperador para assassinar seu jovem primo, muito querido entre eles.

Apesar da pouca idade, o Senado Romano concedeu-lhe o título de Pater Patriae (Pai da Pátria). Os políticos senatorias ficaram aliviados por se livrarem de Heliogabalus e também temiam as poderosas legiões romanas que estavam do lado do novo soberano. Calmo e religioso, o novo imperador mandou montar santuários que continham estátuas de diversos deuses a quem adorava. Ao lado disso, abrandou o tratamento aos seguidores de Jesus Cristo, removendo algumas das severas leis que discriminavam os cristãos.

Embora pagão, também demonstrou simpatia pela moral exercida pelos judeus. Casou-se com Barbia Orbiana em 225, exilando-a em 227, por causa do envolvimento do pai dela com movimentos de insubordinação. Lutou contra a Pérsia e venceu, em 232, o rei Ardachir I, que acabara de estabelecer naquela região a Dinastia dos Sassânidas. Em 234, teve que ir à região do Rio Reno, onde os germanos ameaçavam as fronteiras romanas. Procurou negociar a paz com os inimigos, mas não teve sucesso. Por causa disso, as legiões se revoltaram contra ele, massacrando-o e à sua família em sua tenda, em 235.


 

 

 



© 2017 Tio Oda - Todos os direitos reservados